CategoriesAgronegócios,  Insights

Como a Smart Farming vai fazer cada vez mais diferença daqui pra frente

Projeção feita pela ONU indica que a população mundial deve chegar a 9,7 bilhões de pessoas até 2050 – no Brasil, dados do IBGE mostram, que neste mesmo ano, o Brasil deve ter aproximadamente 260 milhões de habitantes. Para atender a essa maior demanda por alimentos, a produção agrícola precisa crescer 69% nas próximas três décadas. Assim, tornar o agronegócio mais inteligente e investir no conceito Smart Farming é o melhor caminho para alcançar essa meta. 

 Com a pressão por produzir mais em espaços cada vez menores, ao mesmo tempo em que é preciso  lutar contra mudanças climáticas, flutuações de mercado e o impacto ambiental, o agronegócio precisa investir em ferramentas que tornem a produção mais eficiente. Então, termos como inteligência artificial (IA), aprendizado de máquina, robótica e internet das coisas (IoT) aos poucos começam a fazer parte das conversas das “pessoas do campo”. 

O setor sempre esteve envolvido com inovações tecnológicas, desde a revolução industrial, com o começo da troca da força animal por máquinas, até o uso de satélites e dados meteorológicos para que os produtores pudessem planejar com maior eficiência a época de plantio e prever seus resultados, então, nada mais natural que abraçar o conceito Smart Farming. 

A transformação no campo

Para atender à crescente necessidade alimentícia, é fundamental que o agronegócio passe por mais uma transformação e use todas essas tecnologias de forma que consiga monitorar os fatores que impactam na produção: irrigação, conservação do solo e água, reduzir o uso de agrotóxicos e fertilizantes. Ou seja, transformar a forma com que o setor trabalha e buscar uma abordagem mais sustentável. 

Sensores espalhados pelo campo permitem a coleta de informações sobre a topografia do terreno, os recursos daquela área específica, como acidez e temperatura do solo; o uso de dados meteorológicos permite prever padrões climáticos. Drones podem ser usados para análises de campo, com o envio de dados em tempo real. Dispositivos GPS integrados a censores no maquinário levantam informações sobre o terreno e permitem que o plantio seja realizado de forma mais eficiente. E até tratores autônomos, conectados à internet, podem ser controlados à distância, enquanto os trabalhadores podem lidar com outras tarefas.  

E todas as informações podem ser acessado diretamente em um dispositivo móvel que também monitora o maquinário, as informações sobre a criação e plantação, permitindo que análises gerem insights que contribuam para decisões mais assertivas.  Além disso, essas novas aplicações contribuem para reduzir custos e desperdícios de recursos e para aumentar a produtividade. 

O futuro da agricultura

Dados da Insider Intelligence indicam que até 2023 cerca de 12 milhões de sensores estarão coletando informações agrícolas em todo o mundo, transformando o processo de decisão do produtor rural.  A agricultura 4.0 marca a entrada da coleta e análise de dados em tempo real para, com a ajuda a inteligência artificial, tornar o setor mais independente, permitindo que o produtor monitore todos os processos.  

Com essa grande quantidade de dados, o uso de ferramentas de big data integradas a soluções de análise mais robustas podem trazer diversas oportunidades para o setor. Dessa forma, o blockchain contribui para consolidar essas informações e aumentar a transparência da cadeia de abastecimento. Por exemplo, informações sobre a qualidade das sementes – teor de sal, níveis de PH do solo durante o plantio, etc – podem ser rastreadas desde seu plantio até o momento que chega ao mercado consumidor. 

 Essa maior transparência também permite ao consumidor ter acesso às informações do produto e buscar comprar de produtores mais preocupados com a sustentabilidade da sua produção. 

 O futuro do setor agrícola envolve o uso de dados e novas tecnologias para maximizar a eficiência ao mesmo tempo em que reduz custos relacionados ao pessoal e insumos. Mas isso é apenas o começo, ainda há uma longa jornada pela frente e todos os dias surgem novas formas de melhorar a eficiência e otimizar o uso de recursos. Conheça as soluções da Atech voltadas para o agronegócio e saiba como  levar o setor ao próximo nível.

Proudly powered by Wpopal.com