Menu

Insights

Por que é essencial digitalizar a equipe de gestão de ativos no setor de Energia?

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

O setor de energia está se transformando à medida que as organizações buscam estratégias mais eficientes para impulsionar suas operações, adotam tecnologias digitais para criar uma vantagem competitiva e inovam e integram fluxos de trabalho para tomar decisões melhores e mais rápidas. 

E sem uma estratégia de digitalização da equipe de gestão de ativos as concessionárias precisam contar com muito pessoal e podem acontecer diversos problemas quando a equipe esquece prazos e tarefas. Frequentemente, as planilhas de Excel ainda são uma ferramenta importante para organizações que não utilizam uma solução completa de software de gerenciamento de ativos, mas essa abordagem tem muitas desvantagens.  

Por exemplo, muitas equipes criam planilhas complicadas do Excel para gerenciar dados, mas é fácil cometer erros em fórmulas e formatação. Os novos contratados costumam ter problemas com planilhas altamente personalizadas. Manter dados e informações cruciais em um local centralizado também economiza tempo e torna possível a automação. Por exemplo, no gerenciamento de ativos, é útil rastrear eventos por localização, projeto ou componente para se manter informado. 

Então, quais são as vantagens de transformar digitalmente sua equipe de gerenciamento de ativos? 

Em primeiro lugar, temos a automação de tarefas essenciais. No setor de energia é fundamental agilizar os processos para permanecer produtivo e eficiente. A automação é uma das maneiras mais fáceis de fazer isso, e esse é um recurso essencial a se procurar em um software de gerenciamento de ativos. Manter os dados em um só lugar torna mais fácil gerar relatórios, acessar contratos ou visualizar dados de desempenho dos ativos com apenas alguns cliques. Isso é básico. 

Por que você deve investir na digitalização da equipe

 Além de automatizar tarefas rotineiras, com a digitalização a equipe de gestão de ativos consegue manter o controle do planejamento de manutenção, o que certamente economiza tempo e dinheiro para as concessionárias, e permite entregar um melhor serviço. A gestão de ativos é o processo de maximizar os ativos da empresa para proporcionar o melhor retorno às partes interessadas. Na maioria das vezes, envolve também a recuperação de ativos. É importante que uma empresa seja capaz de gerenciar seus ativos e usá-los para obter o máximo retorno possível.  

Inovadoras plataformas facilitam onboarding

Contratar e treinar novos funcionários para cuidar da manutenção demanda tempo e dinheiro. A gestão de ativos no setor de energia envolve muitas tarefas complexas, como gerenciamento de relacionamento com concessionárias, supervisão de subcontratados e manutenção de redes. Muitas concessionárias ainda utilizam sistemas que não são intuitivos e gerenciar tarefas complexas com uma abordagem fragmentada torna difícil para os novos contratados aprenderem o seu funcionamento. Organizações digitalmente maduras fazem uso eficaz da tecnologia, permitindo que novos funcionários sejam autossuficientes e produtivos rapidamente oferecendo plataformas intuitivas, como a OKTO.  

Além disso, com a implementação de tecnologias que oferecem controle ponta a ponta, a concessionária mantém o inventário de todos os seus ativos. O sistema identifica onde os ativos estão localizados, como são usados ​​e quando alterações foram feitas neles. Assim, os dados armazenados e analisados na solução de gerenciamento de ativos podem garantir que a recuperação de ativos levará a melhores retornos. 

E a concessionária pode criar facilmente um relatório de inventário que pode ser exigido por algumas seguradoras ou financiadores de leasing. A gestão de ativos também pode ser usada para garantir que as taxas de amortização sejam precisas. Avaliações regulares dos ativos garantirão que as demonstrações financeiras da empresa sejam precisas. 

Manutenção mais eficiente

Durante a fase operacional do ciclo de vida do ativo, uma concessionária pode enfrentar problemas de manutenção ou excesso de manutenção. A manutenção é uma despesa comercial que pode reduzir os lucros da empresa. Exagerar pode trazer custos significativos. Por outro lado, a manutenção insuficiente pode levar à redução da produtividade. 

Uma eficiente gestão de ativos permite que a concessionária entenda as capacidades de seus ativos e como eles podem ser operados da maneira mais eficaz, monitorando sua condição, planejando e programando ordens de manutenção, gestão da execução e da confiabilidade das operações. 

Assim, também é possível implementar um plano de gerenciamento de riscos. A gestão de ativos também inclui a gestão dos riscos relacionados com o uso e propriedade dos ativos. A avaliação adequada dos ativos pode ajudar a identificar os riscos envolvidos e chegar a uma estratégia para evitá-los. 

Ao final, a grande questão é oferecer às equipes de campo as melhores ferramentas digitais que vão otimizar o seu trabalho, permitindo que a concessionária entregue um serviço de melhor qualidade, ao mesmo tempo em que reduz custos com a manutenção e gestão de ativos.  

Receba nossos conteúdos

Preencha seu email e receba nossos conteúdos 

Entre em contato

Email: contato@atech.com.br
Tel.: 55 (11) 3103-4600
Rua do Rocio, 313 – 5° andar
Vila Olímpia – São Paulo – SP

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Criado pela Intelligenzia